Yeah You

Yeah You

An unusual (to say the least) father-daughter duo from Northern England which has inconspicuously been traversing an untamed path, employing noise as dance music, pop songs as a riot howl, simple melodies as a space in which to openly expound on the subjects of instincts, self-analysis and interpreting the world. Serving as a kind of home-made Throbbing Gristle, but punker than a lot of what passes for punk these days, they’ve released several recordings in small batches but with a safeguarded integrity.


Invulgar (pelo menos) duo de pai e filha oriundo do Norte de Inglaterra, que tem vindo a trilhar um caminho bravo e por debaixo do radar a trabalhar noise como música de dança, canção pop como uivo riot, melodia simples como espaço para dissertar de forma aberta sobre instinto, auto-análise e leitura do mundo. Funcionando como uma espécie de Throbbing Gristle lá de casa, mas mais punk que muito punk que anda para aí, têm feito várias publicações de baixa tiragem e integridade salvaguardada. Mais activa nos palcos que o pai Gustav Thomas, a filha Elvin Brandhi andou recentemente por Lisboa com uma performance realmente sui generis, a meio de uma viagem com uma pandilha sofisticada por buracos mais e menos dignos na Europa, entre vários outros projectos, sobressaindo um para a BBC com Pat Thomas (vibrafonista londrino que já marcou presença no OUT.FEST) e o lendário Tony Allen (!!), baterista de sempre de Fela Kuti. O presente também passa por aqui.


Next Performances
4 October 2019 00:45 ADAO - Associação Desenvolvimento Artes e Ofícios

Popular videos